13/04/2021

Doação de sangue acontece na próxima sexta

Doações estão sendo insuficientes para repor o consumo do HSFA.


Fonte: Renata H. G. Eidelwein/Relações Públicas
COMPARTILHAR:

Na próxima sexta (16) acontece mais uma ação de doação de sangue para os moradores de Parobé. 

O transporte será feito pela Prefeitura Municipal, que levará os doadores até o Hemocentro, em Porto Alegre. Quem quiser ser doador deve enviar mensagem para o WhatsApp do Gabinete 99265-8679.

A saída será às 8 horas da Praça Coberta. Os doadores devem estar no local até as 7h45 com documento e alimentados.

Conforme o Hemocentro em janeiro foram 17 doadores de Parobé encaminhados ao Hemocentro, sendo 14 doações efetivadas. No mesmo mês o hospital consumiu 37 concentrados de hemácias. Em fevereiro o número de doadores do município subiu para 29, com 27 doações efetivadas, mas mesmo com as idas semanais de doadores o número foi insuficiente para repor as bolsas de sangue e hemocomponentes consumidos pela casa de saúde parobeense. 

Para doar sangue é necessário se enquadrar nos seguintes critérios:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto;
  • O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
  • Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doação com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal;
  • Pesar no mínimo 50 Kg com desconto de vestimentas;
  • Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;
  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
  • Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

Impeditivos temporários para doação de sangue:

  • Gripe ou febre;
  • Gestantes ou mães que amamentam bebes com menos de 12 meses;
  • Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana;
  • Tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses;
  • Exposição à situação de risco para a AIDS (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas);
  • Herpes labial.

Impeditivos definitivos para doação de sangue:

  • Doença de Chagas;
  • Hepatite após os  11 anos de idade;
  • Ser portador dos vírus HIV (AIDS), HCV (Hepatite C), HBC (Hepatite B), HTLV;
  • Uso de drogas injetáveis.
  • Diabetes tipo I, Diabetes tipo II, insulino-dependente


Outros critérios que impedem a doação serão verificados por ocasião da entrevista de triagem.

Intervalos que devem ser respeitados entre as doações:

  • Mulheres: período de 90 dias/máximo de 3 doações nos últimos 12 meses;
  • Homens: período de 60 dias/máximo de 4 doações nos últimos 12 meses.

Orientação para doação de sangue na Pandemia COVID-19

Candidatos à doação de sangue que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos autóctones confirmados de infecções pelo SARS-CoV-2 deverão ser considerados inaptos por 14 dias após o retorno destes países. Para este critério, considerar as informações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde;

Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus SARS-CoV-2 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindiquem a doação);

Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus SARS-CoV-2 deverão ser considerados inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;

Candidatos à doação de sangue que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo SARS-CoV-2 deverão ser considerados inaptos pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias) se estiverem assintomáticos.

Não existe evidência, até o presente, de transmissão transfusional dos coronavírus, estas orientações são medidas de precaução.